Captura de pantalla 2017-08-16 a las 13.58.46

Boi Neon

A ideia de Boi Neon foi lançar uma nova luz sobre as transformações recentes do Brasil a partir de um recorte narrativo que se segue da vida de um grupo de vaqueiros que vivem na estrada transportando boi para as festas da vaquejada, um dos maiores eventos de agrobusiness do Brasil. Tendo a vaquejada como palco alegórico destas transformações em meio à paisagem monocromática e industrial do Nordeste, eu pesquiso as cores que reluzem as contradições do consumo e dilato noções de identidade e gênero em personagens que convivem com novas escalas de sonhos possíveis.

O filme se passa numa região onde as atividades pecuárias e agrícolas agora dividem espaço com um grande polo industrial de confecção de roupas. Durante a pesquisa de escritura do roteiro entrei em contato com o mundo dos vaqueiros que trabalham nos bastidores da vaquejada e conheci em especial um que trabalhava com o gado e a moda. Muito me marcou a forma como o vaqueiro ritualizava a limpeza dos rabos do boi e em seguida sentava na maquina de costura. E assim foi o ponto de partida para criar um personagem ficcional que acumula esta dupla jornada que mistura no ofício a força e delicadeza, a bravura e a sensibilidade, a violência e o afeto.

Boi Neon | Dir. Gabriel Mascaro | Brasil, Uruguai, Países Baixos | 2015 | 75 min.


Publicaciones relacionadas