Atuação - Semana Fénix 2016

Juana Acosta, Sonia Braga, Alfredo Castro, Karina Gidi, Luis Gnecco e Marisa Paredes

Em 2016, Cinema23 organizou pela primeira vez a Semana Fénix, uma série de projeções, encontros e atividades acadêmicas em torno do Prêmio ibero-americano de cinema Fénix, para propiciar o debate e a reflexão sobre o trabalho cinematográfico. Este caderno é o registro de uma conversa sobre o ofício da atuação, para a qual reunimos algumas das atrizes e atores indicados ao Prêmio Fénix, para o intercâmbio de ideias e perspectivas. A conversa foi moderada pela atriz mexicana Karina Gidi, e contou com a participação de Juana Acosta, Sonia Braga, Alfredo Castro e Luis Gnecco, além da valiosa intervenção de Marisa Paredes, público convidado nessas atividades.

 

Ver video

 

Leer nota de ‘El País’

 

KARINA GIDI
Refletir sobre a atuação e sobre o trabalho do ator no cinema é para mim uma atividade apaixonante e enriquecedora, não só pela natureza misteriosa e íntima que cada processo criativo significa, mas também pela possibilidade de testemunhar o empoderamento que o cinema ibero-americano tem tido nos últimos anos. Quando recebi o convite para moderar um encontro com atores como Sonia Braga, Luis Gnecco, Alfredo Castro e Juana Acosta, comecei a imaginar as possíveis formas de provocação que devia usar para conseguir uma troca produtiva de experiências e conhecimentos. Escrevi uma longa e bem pensada lista de perguntas que pudessem detonar conversas interessantes e prazerosas. Não teria que esforçar-me tanto: os quatro atores tiveram, durante a uma hora e pouco que durou o encontro, a abertura, a generosidade e o carisma suficientes para manter nosso interesse e para revelar-nos a forma com a qual cada um vem explorando seu trabalho no set, sua relação com os diretores, seu critério de escolha de personagem ou sua doce resignação ao enquadramento. Falaram a partir de um lugar da honestidade e sem estrelismos. Muitas descobertas!


Publicaciones relacionadas